28 2101-7604

Home / Dicas de homilia

DICAS DE HOMILIA - 2º Domingo do Advento

 

 

(Is 40,1-5.9-11 / Sl 84 / 2Pd 3,8-14 / Mc 1,1-8)

 

A Esperança de novos céus e terra - Eis o vosso Deus - Preparai o caminho do Senhor

 

O Segundo Domingo do Advento sempre apresenta a figura de João Batista como o precursor, que é o portador do grande apelo da liturgia dominical: Preparai os caminhos do Senhor. Na Primeira Leitura, o povo marcado pela desolação do Exílio, é consolado pelas palavras do profeta que indica a presença do Senhor junto ao seu povo eleito: Eis o vosso Deus. A Segunda Leitura exorta à comunidade a manter viva a esperança no aparecimento de novos céus e terra, frutos da obra transformadora da graça de Deus e a do compromisso dos discípulos do Senhor. O Evangelho de Marcos traz a voz forte do Batista que exclama: Preparai os caminhos do Senhor, que se torna hoje, um convite dirigido a toda a Igreja, chamada a levar o mesmo apelo pelas estradas do mundo.

 

O tempo do Advento é marcado pelo forte convite a um retorno ao Senhor e um reconhecimento de sua presença amorosa junto aos seus, algo que deve levar a todos a uma profunda revisão e conversão de vida. A Primeira Leitura desse Domingo, tirada do Livro do profeta Isaías, retrata a desolação do povo de Israel no período do Exílio, momento de grande tristeza para aqueles que sonhavam com o seu retorno para a cidade de Jerusalém. Neste contexto de tristeza e perda de esperanças, a voz do profeta se faz ouvir e conclama o povo a escutar a voz de Deus: Eis o vosso Deus, diz Isaías, ao povo marcado pela angústia. A voz do profeta ressoa nos ouvidos e caí nos corações dos filhos de Israel, retirando deles a tristeza e a solidão, reaquecendo nos corações a esperança e a fé no Senhor.

 

Os filhos de Israel são covidados a retornar aos montes de Sião e de lá, proclamar a boa notícia da presença do Senhor junto aos seus, conduzindo-os como um pastor o faz com as suas ovelhas. Assim, o Senhor age com os seus eleitos, não os deixa sozinhos em suas angústias e perdidos nos momentos de dificuldades e incertezas, mas, ao contrário, manifesta a sua presença e restaura as forças dos que ele escolheu para si. Desse modo a experiência de Israel comunica a todos a certeza da presença do Senhor, o seu cuidado e atenção sempre dirigidos aos que escolheu para si. De modo que, confiantes e cheios de esperança, os seus filhos e filhas possam seguir o seu caminho. A palavra do profeta deve ressoar nos ouvidos de todos, acendendo nos corações a luz da fé e da esperança, a fim de que, nesse período de Advento todos sejam fortalecidos e encorajados para o caminho que o discipulado de Cristo propõe. Que ninguém se sinta abandonado ou marcado por uma provação muito maior do que pode suportar, mas coloque no Senhor a sua confiança e caminhe com passos firmes pois como diz o profeta Isaías: Eis o vosso Deus!

 

Nesse caminho diante da presença do Senhor, a Segunda Leitura proclama a alegria do dia do Senhor e a esperança de novos céus e terra, lugar onde habitará a justiça. O autor da carta dirige uma palavra de ânimo e coragem para a comunidade que é convidada a manter firme o seu testemunho em vista da vinda do Senhor. Nesse sentido, o coração dos fiéis é tocado por uma proclamação da promessa do Senhor e de sua paciência para como os seus, manifestação do seu desejo de coversão para todos.  Deus age com paciência no intuito de oferecer aos seus filhos e filhas ocasiões e tempos de conversão, sinal de seu amor e misericórdia sem limites. Por isso, o autor da carta convida aos irmãos a manterem viva a sua esperança, que os portará a contemplar os novos céus e terra, frutos da graça de Deus e da força e vigor do testemunho daqueles que se mantiverem fiéis.

 

Deus é desejoso de manifestar o seu poder e a sua graça transformadora no mundo, mas, conta com a adesão e o testemunho daqueles que chamou para o seguimento de seu Filho. Sendo assim, a palavra da Leitura é carregada de um sentido profundo que recupera a presença de Deus na história e a sua continuidade por meio dos seus filhos e filhas. Desse modo, a vivência da santidade de vida, na sincera busca de uma constante conversão deve ser o caminho trilhado nesse período de Advento. De modo que por meio da profissão de fé, das palavras, e, principalmente, do testemunho da caridade fraterna e comprometida o mundo seja marcado com os sinais da graça de Deus. O apelo do autor da carta é que os irmãos se esforcem para viver uma vida segundo Deus, seguindo os preceitos do Evangelho e marcados por uma santidade de vida, sinal da acolhida e da obra do Espírito Santo em seus corações. A fim de que, se tornem discípulos missionários, promotores da paz e defensores da justiça, pois, como diz a carta, os novos céus e terra serão a habitação da justiça. A vivência da justiça é o sinal claro da presença de Deus e da acolhida de seus caminhos por seus filhos e filhas, que não negligenciam os pequenos e pobres, mas, reconhecem neles os preferidos do Senhor. Por isso, o Advento se torna um tempo de conversão e mudança de vida, no qual todos são convidados a abrirem o coração para a acolhida da graça de Deus e com Ele se comprometerem a ajudar na criação dos novos céus e nova terra.

 

O grande apelo da Liturgia da Palavra desse Segundo Domingo do Advento é colocado na boca de João Batista, o precursor: Preparai os caminhos do Senhor. Ele é um profeta autêntico, portador de uma palavra direta aos corações e cheia de sentido, confirmada pelo seu modo de vida e opções. A sua voz é marcada pela verdade de seu encontro com o Senhor, do qual ele não se sente digno de desamarrar as sandálias. De fato, o Batista é descrito como alguém que vive do essencial, come mel silvestre e veste-se com roupas simplicíssimas. Mas, ao mesmo tempo o grande tesouro que ele possui e para o qual ele dirige o seu coração é Cristo, que é maior do que ele e se torna a razão de sua vida.

 

O anúncio de João é do Senhor que já está ás portas dos corações e deseja entrar, visitar os seus e cumulá-los de sua graça, batizá-los com o Espírito Santo. Mas, para que isso aconteça é preciso preparar os caminhos do Senhor, endireitar as veredas, aplainar as montanhas. Todos são convidados a abrir as portas e janelas dos corações, ouvirem a voz daquele que grita no deserto e deixarem-se alcançar pelo amor misericordioso de Deus, que deseja a todos visitar por meio de seu Filho. De fato, logo no início do Evangelho de Marcos a mais importante proclamação, razão principal de todo o texto, é proposta: Início do Evangelho de Jesus Cristo, Filho de Deus. Essa verdade de Fé é o fio que une cada palavra, cada encontro e cada ação do próprio Jesus, de modo que, no final do mesmo Evangelho, nos lábios do centurião romano a mesma proclamação seja ouvida novamente: De fato, este era o Filho de Deus (Mc 27,54). Sendo assim, preparar o caminho do Senhor significa acolher Cristo, o Filho de Deus, aquele que a todos chama ao seguimento no caminho do discipulado missionário. A fim de que o mundo seja marcado por homens e mulheres que, por terem acolhido o Senhor, tornam-se portadores da graça e da benção, sinais do Reino e verdadeiras testemunhas de Cristo, à exemplo de João Batista.

 

Que nesse Domingo do Advento, a voz de João Batista ecoe nos corações de todos, de modo que, convidados por ele, empenhem-se em preparar os caminhos do Senhor que vem no Natal. A fim de que, a esperança e a fé sejam renovadas em todos os corações, fazendo surgir homens e mulheres novos, comprometidos com a justiça, sinal dos novos céus e nova terra. Que todos proclamem aos aflitos e necessitados, aos cansados e abatidos, aos que vivem em situação de exclusão e miséria, com voz forte e, principalmente com o testemunho de vida: Eis o vosso Deus! 

                           

Pe. Andherson Franklin Lustoza de Souza

 

 

 

Comentários


Informativo

Cadastre seu e-mail e receba informações mensais da Diocese.


  diocese@diocesecachoeiro.org.br

  28 2101-7603

Rua Costa Pereira, 41 - Centro

CEP: 29.300-090 - Cachoeiro de Itapemirim - ES

Diocese de Cachoeiro de Itapemirim

 

© Diocese de Cachoeiro de Itapemirim. Todos os direitos reservados.

 

Produção / Cadetudo Soluções Web