28 2101-7603

Home / Solidariedade

05.07.2019

Iconha de Braços Abertos

Paróquia Santo Antônio acolhe imigrantes venezuelanos

 

Há alguns anos acompanhamos a grave crise ocorrida na Venezuela. Desde 2017 a crise ganhou proporções ainda maiores, levando a um colapso político, financeiro e social. E foi a partir deste ano que o fluxo migratório do país vizinho para o nosso se intensificou.

 

Milhões de venezuelanos já deixaram o país. Segundo a ONU (Organização das Nações Unidas), este é o maior deslocamento de pessoas da história da América Latina. E destes, centenas de milhares atualmente vivem no Brasil, em sua maioria em situações precárias.

 

O ponto de entrada é o estado de Roraima, que faz fronteira com o país. A cidade de Boa Vista (capital), com aproximadamente 350 mil habitantes, chegou a ter cerca de 10% deste total apenas de venezuelanos refugiados. São homens, mulheres, idosos e crianças. Famílias inteiras em busca de dignidade e de um recomeço.

 

E a Igreja Católica está atuante na região de fronteira. Acompanhando de forma mais presente, a Congregação da Companhia de Jesus, também conhecida como Jesuíta, estão perseverando no intuito de acolher a todos que buscam ajuda.

 

 

Iconha de braços abertos

 

Mas a ação jesuíta não está restrita apenas ao estado do norte brasileiro. Em nossa Diocese, na Paróquia Santo Antônio de Pádua, no município de Iconha, onde os padres da congregação atuam, a acolhida ao povo venezuelano também é marcante.

 

A atuação parte tanto dos sacerdotes quanto da população. O Padre José dos Passos, Pároco da Paróquia de Iconha, menciona a importância desta ação conjunta. "A primeira coisa é a boa vontade da família da Regina, que acolheu essa primeira família”.

 

A pessoa a quem o presbítero se refere é Regina Paganine, aposentada, que comovida acolheu os primeiros imigrantes na cidade. E a família em questão é a de Osnel Carneiro, com sua esposa Ana e seus três filhos, que há quase um ano se encontram na região sul capixaba.

 

“Depois, essa boa vontade foi se espalhando pelas nossas comunidades, e desta forma, nós decidimos em assembleia acolher também outras famílias”, conta o padre jesuíta. E a boa vontade se espalhou de tal maneira que atualmente Iconha conta com aproximadamente 40 imigrantes venezuelanos. Eles contam com trabalho, moradia e ajuda dos fiéis e da própria Igreja para poderem se adaptar à nova localidade.

 

De braços abertos, o município e Paróquia da Diocese de Cachoeiro acolheram dezenas de pessoas, que agora não mais sonham com um futuro melhor, mas vivenciam o presente com dignidade, esperança e amor fraterno.

 

 

Fotos: TV Gazeta e Pascom da Paróquia Santo Antônio de Pádua - Iconha

 

 

Pe. José dos Passos presidindo a Santa Missa na Igreja Matriz Santo Antônio de Pádua, em Iconha

 

 

Seja o primeiro a comentar

Informativo

Cadastre seu e-mail e receba informações mensais da Diocese.


  diocese@diocesecachoeiro.org.br

  28 2101-7603

Google Play

Rua Costa Pereira, 41 - Centro

CEP: 29.300-090 - Cachoeiro de Itapemirim - ES

Diocese de Cachoeiro de Itapemirim

 

© Diocese de Cachoeiro de Itapemirim. Todos os direitos reservados.

 

Produção / Cadetudo Soluções Web