28 2101-7603

Home / Paróquias

27.02.2019

Encontro com o Padre

Em Itaipava, jovens se reúnem com Pe. Valdece Shuenk para um bate-papo esclarecer

 

A Paróquia Sagrado Coração de Jesus, de Itaipava, reuniu mais de 50 jovens das suas comunidades e também de localidades vizinhas, no último sábado 23 de fevereiro. O motivo: ter um “Encontro com o Padre”.

 

Assim ficou conhecido o momento onde a juventude se reuniu com o seu Pároco, Pe. Valdece Shuenk, para uma roda de conversa bem à vontade, ou como eles mesmos disseram, “trocar uma ideia”. Este momento visa “humanizar” a figura do sacerdote, mostrando que ele, assim como os demais, também é um membro da comunidade.

 

É uma via de mão dupla, onde o jovem conhece mais de perto o padre que o guia na fé, deixando de ter uma visão equivocada de que o sacerdote é um homem distante, que é visto de longe nas missas e passa a vê-lo como um amigo que senta no mesmo chão e olha nos seus olhos. Por outro lado, é também uma oportunidade para o próprio sacerdote conhecer mais de perto os jovens, seus pensamentos, jeitos, rostos e sorrisos, e assim poder discernir a melhor forma de os alcançar e direcionar na fé”, conta Igormiguel Bianchi, coord. paroquial da Pastoral da Juventude.

 

Para Andressa Marchiori, secretária da PJ Diocesana, a importância deste momento é revelar aos jovens que o sacerdote “é alguém que está conosco, que pode sentar no chão em uma roda de conversa e ‘bater um papo’”. Para a secretária da Pastoral da Juventude Diocesana, a importância também vai além, servindo como estímulo para “aprendermos um pouco mais sobre nossa igreja, seguindo todos juntos para uma caminhada de fé.”

 

 

O Encontro

 

Diferente de quando foi criado, onde os encontros eram mensais e sempre com o pároco, a partir de agora o “Encontro com o Padre” acontecerá a cada 3 meses, porém contando com a presença do Pároco, Pe. Schuenk, e também de outros presbíteros convidados, que partilharão um pouco sobre sua vida sacerdotal e de seu modo de viver a fé. Os padres Edison Rodrigues dos Reis e Wosley Guimarães Pansini já estão confirmados para os futuros encontros.

 

“Foi um momento de partilha onde o Pe. Schuenk, à luz do livro ‘Deus é Jovem’, tirou muitas dúvidas recorrentes da juventude, sobre o olhar do Papa Francisco, dele como padre e dos próprios jovens presentes”, ressaltou Igormiguel.

 

“Como ele mesmo disse, ‘é importante frisar que todo encontro é com Deus, o padre está ali apenas como instrumento, mas o foco não é o padre, o foco tem sempre que ser Deus’. Que em nossos encontros possamos ver Deus na vivência e espiritualidade de cada sacerdote que vier se encontrar com a juventude, e fica o convite, dia 25 de maio será nosso próximo encontro, todos que quiserem vir, serão muito bem acolhidos”, convidou o coordenador paroquial da PJ.

 

 

Depoimentos

 

Além das lideranças da juventude paroquial e diocesana, o que será que os participantes acharam desta roda de conversa informal com o Pároco de Itaipava? Nada mais justo que deixar que eles mesmo respondam. E as jovens Vanessa de Souza Borges, Giovana Leal e Pâmela  Sartório Bertol contam como foi:

 

“O encontro da juventude com o Pe. Shuenk foi uma experiência maravilhosa. Tive a oportunidade de conhecer um pouco sobre o livro ‘Deus é Jovem’, resultante de uma conversa com do Papa Francisco com o jornalista Thomas Leoncini, com perguntas na qual a maioria dos jovens gostaria de fazer e poder ter as respostas”Vanessa de Souza Borges, Comunidade Santa Luzia.

 

Primeiramente, gostei muito do encontro! Foi interessante para os jovens que não tem costume de frequentar a igreja, que o encontro motivou muito! O padre não aprofundou todos os temas, mas só dele comentar alguns deles, já achei superinteressante e muito proveitoso. Me chamou muita atenção a referência às drogas e ao alcoolismo, atualmente tão procuradas pelos jovens. O tema voltado para a prostituição também foi trabalhado. Isso geralmente acontece com as meninas que se entregam para a pessoa errada, não esperando pelo tempo de Deus. O amor deve ser provado com sentimentos profundos e simples. Sobre morte e suicídio, que é recorrente nos dias atuais, eu fui pesquisar sobre e reparei que até crianças estão indo por esse caminho também. A abordagem acerca desse assunto foi muito esclarecedora, dessa forma tanto o Padre ao esmiuçar quanto o Papa ao se manifestar servem de incentivo para os jovens não pensarem neste tipo e prática.  Mas sobretudo que os jovens ajudem as outras pessoas que não puderam ouvir as tão sábias palavras do Santo Padre, e a belíssimas palavras de conclusões do Padre Shuenk” Giovana Leal, Cordenadora Do Grupo Jovem da Comunidade Nossa Senhora de Fátima

 

“De forma muito pessoal, a experiência vivenciada foi uma das melhores possíveis, pois já havia lido esse ‘bate e volta’ e me senti dentro daquela conversa no livro e no debate sobre ele. Fiquei inquieta, empolgada, porque já sabia bastante do que se tratava, ao passo que, fui surpreendida com a diversidade de interpretações de um mesmo assunto. O Santo Padre fala sobre sua juventude, suas angústias, suas alegrias e responde a pergunta Chave da Obra: ‘O que é juventude?’ E soa muito diverso quando detalha ser o próprio jovem (concreto) assim como o velho é o velho, tratando da necessidade de se acelerar o velho e desacelerar o Jovem, pra que se encontrem e se completem numa partilha de vida. Neste paradoxo, eu estava ali sentada em cima daqueles tapetes estendidos no chão e me passavam cenas na cabeça, além dos assuntos que o livro ia citando, a forma com que o Padre Shuenk intermediava e a opinião pessoal de cada jovem acerca daquele assunto. Entretanto mais do que isso, eram as nossas próprias histórias ali narradas. O silêncio que tantas vezes pairava sobre a sala era sinal de como cada palavra dita era direta e, inquestionavelmente, pertencia a realidade de cada um. Eu contemplava a narração dos desafios do tempo presente (desemprego, desigualdade, clima, entre outros, entrelaçados à identidade da juventude e seus desafios internos (morte, suicídio, drogas, prostituição, e tudo mais). Posso dizer, foi um momento propício para me sentir parte integral da Igreja, não apenas apegada a preceitos ou ao templo, mas Igreja de gente, humana e imperfeita, buscando a Jesus que é perfeito e é Jovem” - Pâmela Sartório Bertol, Paróquia Nossa Senhora do Amparo.

 

 

Fotos: Pastoral da Juventude

 

 

 

 

 

 

27/02/2019 - Andressa MArchiori

Parabéns a Juventude desta Paroquia e a todos os envolvidos, mantenha-se em constante movimento, na fé na perseverança e na oração.


Informativo

Cadastre seu e-mail e receba informações mensais da Diocese.


  diocese@diocesecachoeiro.org.br

  28 2101-7603

Rua Costa Pereira, 41 - Centro

CEP: 29.300-090 - Cachoeiro de Itapemirim - ES

Diocese de Cachoeiro de Itapemirim

 

© Diocese de Cachoeiro de Itapemirim. Todos os direitos reservados.

 

Produção / Cadetudo Soluções Web