28 2101-7603

Home / Artigo / A VERDADEIRA MISSÃO DAS COMUNIDADES ECLESIAIS DE BASE (CEBS)

A VERDADEIRA MISSÃO DAS COMUNIDADES ECLESIAIS DE BASE (CEBS)

Por Seminarista Fernando Acácio de Oliveira

 

 

Do dia 21 a 27 de janeiro deste ano, Londrina (PR), abrigou o 14º Intereclesial das Comunidades Eclesiais de Base (CEBs). Com o tema “CEBs e os desafios no mundo urbano” e o lema “Eu ouvi os clamores do meu povo e desci para libertá-los” (Ex 3,7), o encontro possibilitou refletir os diversos valores da Igreja no Brasil. Mas diante deste e de todos os outros intereclesiais qual é a verdadeira missão das CEBs?

 

As Comunidades Eclesiais de Base tem sido, ao longo dos anos um espaço privilegiado de evangelização e catequese. Nelas acontecem a reflexão e partilha da Palavra, articulada com a vida e com a realidade pessoal e comunitária. A Palavra é trazida para a realidade das pessoas que se sentem interpeladas à conversão pessoal e a um agir transformador da realidade, seguindo o exemplo de Jesus Cristo.

 

A verdadeira missão das Comunidades Eclesiais de Base perpassa pelo despertar do povo para enxergar sua realidade de vida, e comprometer-se com ela num caminho de discernimento a luz da Palavra de Deus, como diz o Papa Francisco na Exortação Apostólica Evangelli Gaudium – A Alegria do Evangelho: “Cada cristão e cada comunidade há de discernir qual o caminho que o Senhor lhe pede, mas todos nós somos convidados a aceitar esta chamada: sair da própria comodidade e ter a coragem de alcançar todas as periferias que precisam da luz do Evangelho” (EVANGELII GAUDIUM, 2013, nº 20).

 

Desse modo, discutindo em comunidade os problemas da comunidade, pela fé, o povo vai caminhando e vivendo sua espiritualidade. A Comunidade Eclesial de Base é aquela que anima e alimenta o povo para partir e evangelizar. Sem a comunidade, sem a base, não se vai muito longe. Perder de vista o valor da Palavra de Deus em nossas Comunidades Eclesiais de Base pode significar o desencantamento, o esfriamento, a perda da memória da fé. Esta Palavra, com efeito, torna-se encarnada na vida das pessoas, proclamada com autoridade, competência e simplicidade, capaz de iluminar a realidade e a história de cada discípulo missionário.

 

Nesta missão evangelizadora, o Texto-base do 14º Intereclesial das CEBs esclareceu que o mundo urbano não é apenas espaço físico, é também espaço social produzido pelas pessoas que nele habitam. Se a lógica do mercado leva à segregação social, a solidariedade da população da base se contrapõe a essa tendência, estabelecendo encontros, mantendo a capacidade de se alegrar em meio às dificuldades, de festejar, desencadeando processos inovadores no âmbito da cultura e da ação social e política.

 

Quanto mais as CEBs entenderem que sua verdadeira missão e sua identidade não anula os valores do Magistério da Igreja, do Direito e da Tradição como um todo, mais ela se fortalecerá diante de uma sociedade cada dia mais doente, individualista, fanática, fundamentalista, solitária e desprovida de sentido para viver.

 

As Comunidades Eclesiais de Base nascem e tem como fonte de sua vida o encontro com o Senhor morto e ressuscitado. Há que partir de Cristo para revitalizar todo o âmbito eclesial, clero e leigos, o ardor missionário e evangelizador para toda comunidade dos discípulos que formam a Comunidade Eclesial de Base. É capaz de direcionar a sua vida diante dos muitos desafios do mundo atual. Sendo assim, todo fiel é convidado a sair da multidão e, por meio do encontro com o Senhor, que age pelo Espírito Santo, colocar-se no caminho do discipulado missionário. O Documento de Aparecida (2007) vem destacar que “todo discípulo é missionário, pois Jesus o faz partícipe de sua missão, ao mesmo tempo que o vincula como amigo e irmão” (DAp, p. 76), ou seja, ser discípulo missionário é a vocação de cada membro das Comunidades Eclesiais de Base, algo que tem início no convite do Senhor, que se realiza todos os dias na comunidade dos discípulos, renova-se e atualiza-se na missão.

 

Com certeza, na medida que a Sagrada Escritura for sendo assumida pelas nossas Comunidades Eclesiais de Base como fonte e alma de toda pastoral, será essencial para que esta comunidade continue sendo expressão de uma Igreja convocada, reunida e enviada pela Palavra de Deus encarnada, celebrada e atualizada na vida de cada pessoa.

Informativo

Cadastre seu e-mail e receba informações mensais da Diocese.


28 2101-7603

diocese@diocesecachoeiro.org.br

Google Play

Rua Costa Pereira, 41 - Centro

CEP: 29.300-090 - Cachoeiro de Itapemirim - ES

Diocese de Cachoeiro de Itapemirim

 

© 2016 Diocese de Cachoeiro de Itapemirim. Todos os direitos reservados.