28 2101-7603

Home / Artigo / PÁSCOA: TEMPO DE ALEGRIA E TRANSFORMAÇÃO INTERIOR

PÁSCOA: TEMPO DE ALEGRIA E TRANSFORMAÇÃO INTERIOR

Por Seminarista Fernando Acácio de Oliveira

 

 

O Tempo Litúrgico da Páscoa é um tempo de profunda comemoração do triunfo glorioso de Jesus sobre a morte que incentiva os cristãos a recordar cada palavra dita por Ele, cada passo que deu, levando-nos a contemplar a ressurreição, que significa o ato de ressurgir, ressuscitar, voltar à vida. Rica de sentido, o tempo Pascal pode ser direcionado para à transformação de cada um na busca de uma vida melhor e plena. A Páscoa pode ser um marco pelo qual a pessoa é convidada a renascer, isto é, transformar-se e alegrar-se interiormente a luz do Cristo Ressuscitado.

 

Nos últimos anos estamos passando por momentos difíceis na sociedade. Clamamos por mudanças sociais e políticas imprescindíveis para o bem comum, pois estamos cansados de tanta imoralidade, corrupção e falta de ética. Contudo, apenas reclamar e demonstrar insatisfação não fará qualquer diferença. A mudança só acontece quando encaramos a situação atual com a determinação de transformar a si mesmo a luz da fé e a própria relação com as pessoas e o mundo com um todo. Isso inclui não aceitar a injustiça e lutar pacificamente pelo que acreditamos. Isso sim é efetivo e comprometedor.

 

Nós, discípulos atuais que celebramos a Páscoa e vivemos na alegria do tempo Pascal, não podemos permanecer parados, como se a Páscoa fosse somente um rito a ser vivido no isolamento de nossa casa, sozinhos. A Páscoa nos sacode, nos impulsiona a comunicar “o Deus que manifestou o seu amor imenso em Cristo morto e ressuscitado. Cristo é a ‘Boa-Nova de valor eterno’ (Ap 14, 6), sendo ‘o mesmo ontem, hoje e pelos séculos’ (Hb 13, 8), mas a sua riqueza e a sua beleza são inesgotáveis. Ele é sempre jovem, e fonte de constante novidade” (Papa Francisco - Evangelii Gaudium, nº 11).

 

Desse modo, sair da zona de conforto, exige autoconhecimento. Essa busca profunda leva-nos descobrir quem realmente somos e, principalmente, o que queremos tornar e transformar socialmente. A partir daí é preciso a luz do Cristo Ressuscitado encontrar a vontade de transformar e colocar em prática o que desejamos. Urgente é a determinação pela mudança, ou seja, viver a Páscoa com profundidade. Esta ordem interior alavancará melhores possibilidades, e o verdadeiro significado da Páscoa perpassará pela capacidade do ser humano iluminado pela graça de Deus de renascer e de renovar-se neste tempo pascal. Esta capacidade corresponde ao desapego necessário para libertar-se a luz da ressurreição, como nos diz o Apóstolo Paulo (cf. Rm 6,1-14) do “homem velho” escravo do pecado, possibilitando o renascimento do “homem novo”, pleno de fé e esperança.

 

O que celebramos agora e depois da Páscoa, significa a felicidade que alcançamos na vida futura. Portanto, antes da Páscoa celebramos o que estamos vivendo, depois da Páscoa celebramos o que ainda não possuímos. Eis por que passamos o primeiro tempo em jejuns e orações e no segundo nos dedicamos ao louvor de Deus. É este o significado do Aleluia que cantamos.

 

A vida está sempre em transformação e a natureza nos prova todos os dias que o fim de uma etapa é também o início de outra, assim como o fim do dia é o prelúdio de um novo amanhecer. É importante seguir esse fluxo, pois a nossa transformação interior guarda um sentido muito especial quando revela o nosso próprio poder a luz da fé no Cristo Ressuscitado de comprometer com as mudanças que desejamos. A Páscoa nos inspira o recomeço, o reviver de forma mais satisfatória.

 

Que as celebrações ao longo e após a Páscoa incluam esse sentido de transformação e alegria interior, para que não seja apenas mais um tempo do nosso calendário litúrgico, mas represente o surgimento de um novo “eu”, mais consciente de suas responsabilidades no mundo.

Informativo

Cadastre seu e-mail e receba informações mensais da Diocese.


28 2101-7603

diocese@diocesecachoeiro.org.br

Google Play

Rua Costa Pereira, 41 - Centro

CEP: 29.300-090 - Cachoeiro de Itapemirim - ES

Diocese de Cachoeiro de Itapemirim

 

© 2016 Diocese de Cachoeiro de Itapemirim. Todos os direitos reservados.